Manuscritos raros, relíquias perdidas… Nesta lista, você vai conhecer 10 livros vendidos por quantias exorbitantes. Alguns têm muitos séculos de idade enquanto outros, surpreendentemente, foram escritos há poucos anos. Confira.

10º | Os Contos de Beedle, O Bardo 

Logo após a saga Harry Potter a autora, J.K. Rowling, publicou este pequeno livro de contos infantis, que fazia parte do mundo dos bruxos e era lido por seus personagens. Após a publicação, a autora produziu sete cópias manuscritas e enviou seis para um amigo e editores. A sétima cópia foi leiloada em 2007 por nada menos que 3,98 milhões de dólares.

9º | Tratado Sobre Árvores Frutíferas

No título original “Traité Des Arbres Fruitiers”, escrito por Henri Louis Duhamel du Monceau, é um livro ilustrado e publicado em cinco volumes, ao longo de 1750. O livro retrata 16 espécies de árvores e seus frutos e, por incrível que pareça, alguém aceitou pagar por ele 4,5 milhões de dólares, em 2006.

8º | A Bíblia de Gutenberg

Trata-se de uma bíblia do Antigo Testamento impressa por Gutenberg em 1455. Este livro foi o pioneiro dos livros impressos em massa, porém acredita-se que não mais de 180 cópias tenham sido produzidas. Hoje em dia este número é ainda menor, tendo-se conhecimento de apenas 48 cópias existentes. Em 1987, uma dessas cópias foi vendia, em Nova York, por 4,9 milhões de dólares.

7º | First Folio

Escrito pelo lendário William Shakespeare foi sua primeira coleção de peças teatrais, sendo publicada em 1623. Na época, o próprio dramaturgo vendia as cópias por não mais do que uma libra, porém em 2001, o cofundador da Microsoft, Paul Allen, adquiriu uma dessas cópias em um leilão por 6 milhões de dólares.

Acredita-se que Shakespeare tenha vendido em torno de 750 cópias, contudo, hoje restam apenas 200 ou menos.

6º | Os Contos de Cantuária

Escritos por Geoffrey Chaucer, estes livro é uma coleção de 24 histórias escritas entre 1387 e 1400. Apenas 12 cópias da obra existem atualmente e uma delas foi leiloada, em 1998, por 7,5 milhões de dólares.

5º | Aves da América

Se um livro de árvores frutíferas ter sido por vendido por 4,5 milhões de dolares lhe surpreendeu, aqui vai outro. “Birds of America”, publicado pelo naturalista John James Audubon, é um livro de ilustrações de diversas espécies de aves do continente americano, sendo que seis já entraram em extinção desde as primeiras publicações do livro, entre 1827 e 1838.

No ano 2000, uma rara cópia foi vendida por incríveis 8,8 milhões de dólares e, em 2010, outra foi comercializada por incríveis 11,5 milhões de dólares.

4º | Evangelho de Henrique, o Leão

Em 1118 Henrique o Leão, Duque da Saxônia, encomendou este livro para o altar de uma igreja luterana na Alemanha. Com 226 páginas em pergaminho, dotadas de belas iluminuras, o livro não é considerado apenas uma obra-prima, mas também como relíquia e documento histórico. O governo alemão o comprou, em 1983, por 11,7 milhões de dólares.

Evangelho agora se encontra na Biblioteca Herzog August e, por motivos de segurança, só é exposto ao público uma vez a cada dois anos.

3º | Evangelho de São Cuteberto

Existindo desde o século VII, este é manuscrito intacto mais antigo da Europa. Trata-se de uma cópia, em latim, do Evangelho de São João. Foi encontrado em 1104 no túmulo do bispo Cuteberto de Lindisfarne, que faleceu em 687. Acredita-se que o livro foi escrito com o intuito de ser depositado no caixão do bispo, em 698. Desde então, o livro permaneceu seguro no caixão, mesmo quando este precisou ser levado em várias viagens, para escapar de invasões vikings, até finalmente chegar na Catedral de Durham.

Em 2012 o livro foi adquirido pela British Library, por 14,2 milhões de dólares. Metade deste valor foi arrecadado por doações.

2º | Magna Carta 

Trata-se de um documento de 1215, redigido pelos barões ingleses, com o intuito de diminuir os poderes do rei, após uma série de desentendimentos entre o Rei João e o Papa. O próprio rei concordou e assinou a Magna Carta, recebendo assim diversas limitações, impedindo que seu poder fosse absoluto. Dentre os ilimites impostos, o documento garantia que a vontade do rei estaria abaixo da lei, prometia proteção para os direitos das igrejas e dos barões, entre outros. Historiadores acreditam que a Magna Carta é uma das precursores do constitucionalismo.

Atualmente existem apenas 17 cópias, sendo que a maioria esta na Inglaterra. Em 2007, em Nova York, uma cópia foi vendida por 21,2 milhões de dólares.

1º | Codex Leicester

Um pequeno livro de anotações, com 72 páginas, que pertenceu a Leonardo Da Vinci. O Codex possui muitos textos e ilustrações, feitos entre 1508 e 1510, demonstrando como Da Vinci era um estudioso de diferentes áreas. O livro vai de paleontologia e meteorologia, além de conter relatos de suas viagens.

Em 1994, o livro foi comprado pela exorbitante quantia de 30,8 milhões de dólares, por ninguém menos que Bill Gates.

Curtiu a lista? Ficou interessado por algum dos títulos?